Pick-upau online

 

Notícias+

Pick-upau celebra Dia da Árvore com conclusão de megaplantio
Projeto recuperou 25 hectares e plantou cerca de 50.000 mudas em São Paulo

21/09/2012 – A Agência Ambiental Pick-upau finalizou no último dia 19 um projeto de recuperação de áreas degradadas em duas regiões da cidade de São Paulo, totalizando 25 hectares. As mudas, cerca de 50.000, foram plantadas no Parque Estadual das Fontes do Ipiranga e na Terra Indígena Guarani Tenonde Porã. Mais de oitenta espécies arbóreas nativas foram utilizadas no plantio.

Pick-upau/Divulgação
Guarani faz plantio de muda em Unidade de Conservação.

O projeto que durou dezoito meses foi financiado pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente – FNMA, do Ministério do Meio Ambiente e contou com a parceria da Associação Guarani Tenonde Porã, do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade de São Paulo – CIENTEC/USP e da Fundação Parque Zoológico de São Paulo.

Segundo a coordenadora geral do Projeto Refazenda, responsável pela recuperação, Andrea Nascimento, a data de conclusão do plantio com o Dia da Árvore, foi uma feliz coincidência. “A conclusão do projeto já estava prevista para esta data, quando percebemos que coincidia com esta importante data simbólica para o meio ambiente, foi uma sensação boa, de dever cumprido. Foi um projeto efetivo que restaurou corredores ecológicos nas unidades de conservação”, disse Nascimento.

Pick-upau/Divulgação
Produção de mudas nativas no Refazenda.

Além da aquisição de 20.000 mudas nativas da Mata Atlântica para o PRAD, o projeto ainda produziu mais 47.000 mudas de trinta e três espécies que estão disponíveis para novos reflorestamentos. O Refazenda também garantiu renda para mais de 22 famílias da aldeia Tenonde Porã durante sua execução.

Sobre o Pick-upau
A Agência Ambiental Pick-upau é uma organização não governamental sem fins lucrativos de caráter ambientalista 100% brasileira, fundada em 1999, por três ex-integrantes do Greenpeace-Brasil. Originalmente criada no Cerrado brasileiro, tem sua base, próxima a uma das últimas e mais importantes reservas de Mata Atlântica da cidade São Paulo. Por tratar-se de uma organização sobre Meio Ambiente, sem uma bandeira única, o Pick-upau possui e desenvolve projetos em diversas áreas ambientais. Desde a educação e o jornalismo ambiental, através do Portal Pick-upau – Central de Educação e Jornalismo Ambiental, hoje com cerca de 50.000 páginas de conteúdo totalmente gratuito; passando por programas de produção florestal e reflorestamento, questão indígena, comércio justo, políticas públicas, neutralização de gases de efeito estufa até a pesquisa científica, com ênfase na biodiversidade (fauna e flora).
Acesse: www.pick-upau.org.br

Sobre o Projeto Refazenda
O Projeto Refazenda é uma iniciativa do Pick-upau, uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter ambientalista, 100% brasileira, em parceria com empresas, fundos, governos e a Aldeia Guarani Tenonde Porã. O programa tem entre seus principais objetivos a produção de mudas nativas da mata atlântica, como forma de fomento da economia da comunidade indígena beneficiada e o aumento da oferta de produtos florestais destinados a recuperação e ampliação da cobertura vegetal de um dos biomas mais ameaçados do país, a Mata Atlântica. Saiba mais: www.refazenda.org.br

Sobre o FNMA
O Fundo Nacional do Meio Ambiente criado há 20 anos, é hoje o principal fundo público de fomento ambiental do Brasil, constituindo-se como um importante parceiro da sociedade brasileira na busca pela melhoria da qualidade ambiental e de vida. O FNMA é uma unidade do Ministério do Meio Ambiente (MMA), criado pela lei nº 7.797 de 10 de julho de 1989, com a missão de contribuir, como agente financiador, por meio da participação social, para a implementação da Política Nacional do Meio Ambiente - PNMA. O FNMA é hoje referência pelo processo transparente e democrático na seleção de projetos. Seu conselho deliberativo, composto de 17 representantes de governo e da sociedade civil, garante a transparência e o controle social na execução de recursos públicos destinados a projetos socioambientais em todo o território nacional. Ao longo de sua história, foram 1.400 projetos socioambientais apoiados e recursos da ordem de R$ 230 milhões voltados às iniciativas de conservação e de uso sustentável dos recursos naturais. Saiba mais: www.mma.gov.br

Da Redação
Fotos: Divulgação/Pick-upau

 
 
Copyright 2012 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
Fazendo você entender o Meio Ambiente por inteiro.