Notícias
 
 
 

Cientistas começam a responder como aves voam grandes distâncias
Novo estudo decodifica o enigma da migração por longas extensões

22/07/2021 – As aves migratórias estão acostumadas a viajar por distâncias gigantescas em busca de alimento, locais de nidificação e temperaturas mais amenas e essas viagens fascinam os observadores e cientistas em todo o mundo. E agora os pesquisadores estão mais próximos de desvendar esse sistema de navegação.

Quando chegada a temporada de inverno na Índia, no final de 2020, mais de cem espécies de aves migratórias de todo o planeta seguem para o subcontinente indiano, na busca de alimentos e locais para procriação. Viajando por milhares de quilômetros, passando por rios, pradarias, montanhas, desertos e oceanos. Mas a pergunta que fica é como essas aves sabem exatamente cada rota, a cada ano?


Reprodução/Maxpixel

 



Uma nova pesquisa afirma que essa capacidade de sentir o campo magnético da Terra, funciona como uma bússola, determinando o caminho certo para as aves. Segundo o estudo, essas aves utilizam proteínas magneticamente sensíveis, conhecidas como criptocromos, um pigmento que absorve a luz azul e ultravioleta, localizadas em suas retinas, que permitem funções de detecção e sinalização, importantes durante viagens de longas extensões.

A nova pesquisa, publicada na renomada Revista Nature, traz mais luz a essa questão e aproxima os pesquisadores de desvendar como as aves migratórias conseguem perceber mudanças no clima e tomam a decisão de iniciar a migração. Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e da Universidade de Oldenburg, na Alemanha, analisaram a chamada “bússola viva” de robins que eles usam para navegar. Verificaram que a espécie tinha sensores magnéticos e descobriram que havia capacidade de alta sensibilidade magnética.

"Parece possível - e eu não diria mais forte do que no momento - que essas reações químicas altamente especializadas poderiam dar as aves informações sobre a direção do campo magnético da Terra e dessa forma, constituir uma bússola magnética", disse o professor PJ Hore, da Universidade de Oxford, em entrevista à BBC.


Reprodução/Maxpixel

 



Antes dessa pesquisa, outras hipóteses já eram discutidas. Ferro oxidado no corpo das aves, alinhado ao campo magnético exerce uma força rotacional, conhecida como torque, que gera mudanças nos sinais de alinhamento do corpo e indicando o movimento correto.

Outra sugestão seria a proteína criptocromo absorvendo fótons de luz, formando substâncias químicas magneticamente sensíveis conhecidas como pares de radicais. Alterações na reação indicam a direção da ave, em relação ao campo magnético da Terra. Entretanto, os cientistas dizem que há possibilidades de ambas as hipóteses acontecerem com as aves.

Em estudos anteriores, com a mesma espécie mostraram que os criptocromos (CRY4) estão em segmentos externos de dois tipos de células fotorreceptoras na retina, uma região adequada para receber a luz que ativaria esses criptocromos, desta forma auxiliando a detecção magnética. Os pesquisadores também descobriram que conforme a estação migratória chega, o nível de expressão na retina do robin se amplia.


Reprodução/Maxpixel

 



Essa proteína CRY1 e CRY2 é encontrada em outros animais e serve para regular funções que ocorrem em um ciclo diário, em 24 horas. A equipe do estudo utilizou uma série de métodos espectroscópicos e simulações de dinâmica molecular para concluir a pesquisa e afirmam que estão mais pertos da descoberta, mas precisaram de mais tempo para decodificar completamente esse GPS natural das aves.

Criado em 2015, dentro do setor de pesquisa da Agência Ambiental Pick-upau, a Plataforma Darwin, o Projeto Aves realiza atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância em atuar na conservação das aves.

Da Redação, com informações de agências internacionais.
Fotos: Reprodução/Maxpixel

 
 
 
Patrocínio
 
 
 
 

 

Notícias  
 
 
 
 
     
SEJA UM PATROCINADOR
CORPORATIVO
A Agência Ambiental Pick-upau busca parcerias corporativas para ampliar sua rede de atuação e intensificar suas propostas de desenvolvimento sustentável e atividades que promovam a conservação e a preservação dos recursos naturais do planeta.

 
 
 
 
Doe Agora
Destaques
Biblioteca
     
Doar para a Agência Ambiental Pick-upau é uma forma de somar esforços para viabilizar esses projetos de conservação da natureza. A Agência Ambiental Pick-upau é uma organização sem fins lucrativos, que depende de contribuições de pessoas físicas e jurídicas.
Conheça um pouco mais sobre a história da Agência Ambiental Pick-upau por meio da cronologia de matérias e artigos.
O Projeto Outono tem como objetivo promover a educação, a manutenção e a preservação ambiental através da leitura e do conhecimento. Conheça a Biblioteca da Agência Ambiental Pick-upau e saiba como doar.
             
       
 
 
 
 
     
TORNE-SE UM VOLUNTÁRIO
DOE SEU TEMPO
Para doar algumas horas em prol da preservação da natureza, você não precisa, necessariamente, ser um especialista, basta ser solidário e desejar colaborar com a Agência Ambiental Pick-upau e suas atividades.

 
 
 
 
Compromissos
Fale Conosco
Pesquise
     
Conheça o Programa de Compliance e a Governança Institucional da Agência Ambiental Pick-upau sobre políticas de combate à corrupção, igualdade de gênero e racial, direito das mulheres e combate ao assédio no trabalho.
Entre em contato com a Agência Ambiental Pick-upau. Tire suas dúvidas e saiba como você pode apoiar nosso trabalho.
O Portal Pick-upau disponibiliza um banco de informações ambientais com mais de 35 mil páginas de conteúdo online gratuito.
             
       
 
 
 
 
 
Ajude a Organização na conservação ambiental.
     
CONHEÇA + EXPLORE +
SIGA-NOS
 

 

 
Projeto Aves
Missão e Valores Plastic no Thanks
O Que Fazemos Programa Atmosfera
Programa de Compliance Rede de Sementes e Mudas
Voluntariado Novas Florestas
Parcerias Pesquisa em Biodiversidade
Notícias Darwin Society Magazine
Doe Agora Revista Atmosfera
Negócios Sustentáveis Universo Ambiental
Publicações Notícias Socioambientais
Biblioteca C-3PO
CECFLORA R2-D2
Contato  
     
 
Todos os direitos reservados. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2022.