Operação resulta na apreensão, entre outros, de 780m de rede de pesca

 
 
 

São Paulo/Brasil - A Polícia Militar Ambiental realizou a apreensão de 780 m de rede de pesca que estavam armados no Rio Tietê, no trecho entre as hidrelétricas de Promissão e Ibitinga. Este foi um dos resultados da Operação Integrada Hidrovia efetuada pela 2ª Companhia do 2° Batalhão, nesta quinta-feira (11/8) com o objetivo de coibir a pesca predatória, praticada especialmente por pescadores profissionais.

A operação, segundo o comandante da 2ª Companhia, capitão Marcelo Sanches, foi dificultada pelas condições meteorológicas, pois, além do frio, o vento provocava turbulências nas águas comprometendo a dirigibilidade das embarcações. Isso explica também a reduzida presença de pescadores na região, especialmente no período da manhã.

A operação se estendeu até as 15 horas com um total de 60 horas de navegação, com o apoio de um helicóptero da Polícia Militar, e percorridos 427 km. No final, foram abordadas 33 pessoas e 16 embarcações, além da apreensão da rede pesca sem identificação de propriedade. Foram lavrados cinco autos de de advertência, sete boletins de ocorrência, aplicadas multas no valor de R$ 1.359,53, apreendidos 14 petrechos de pesca diversos e 8 quilos de pescado.

 
 
 

Fonte: Comando de Policiamento Ambiental Estadual de São Paulo
Fotos: Polícia Ambiental de SP