X
X
PRADO
BAHIA

Prado é uma cidade que está entre Porto Seguro e o Arquipélago de Abrolhos, a 800 km da capital Salvador.

São 84 km de belas praias, muitas ainda desertas. A paisagem é composta por coqueiros, falésias com cores que variam do bege ao marrom, manguezais, lagoas, riachos e recifes.

A generosidade da natureza pode ser constatada por todas as praias; um relaxante banho pode ser desfrutado na praia do Tororão, de água doce que desce das falésias em direção ao mar. A maioria das praias que pertencem a Prado tem suas águas verdes, com areias claras e finas. As praias são tão fascinantes que podemos contemplar em uma só vista, sol, mar e lua.

A mais movimentada das praias, é a de Prado, no centro, onde encontramos vários quiosques espalhados por toda sua extensão e onde concentram-se a maioria dos hotéis e pousadas.

Seguindo sentido norte, podemos encontrar uma pequena vila de pescadores chamada Cumuruxatiba. Foi nesta aldeia o primeiro contato entre os navegantes europeus e a civilização indígena da região.

Nicolau Coelho, matemático da esquadra de Pedro Alvares Cabral, foi o primeiro português a pisar em terra brasilis e ter contato com os índios Pataxós.

A fauna mais presente na região é composta por gaviões, calangos (pequenos lagartos) e morcegos, muitos morcegos. As praias da região as vezes são visitadas por pequenos tubarões também.

Os gaviões tem por rotina acompanhar as pessoas que caminham pelas intermináveis praias da região, às vezes chegam a assustar pela baixa altura que costumam voar. Os morcegos são fiéis companheiros na noite; centenas deles saem a procura de comida e é preciso tomar cuidado com a cabeça, pois eles voam abaixo de 2m; são bastante comuns na Praia do Farol.

Além das maravilhas da natureza, Prado também nos reserva ótimos artesanatos. Quem não gosta de um artesanato bem feito, quem nunca levou uma lembrança para casa ou para os amigos, por menor que ela fosse?
No artesanato da região podemos encontrar diferentes tipos de trabalhos, como camisetas com estampas super coloridas descrevendo a fauna, a flora e os costumes regionais; peixes, como o barbeiro amarelo, e tubarões talhados em madeira, pintados com cores fortes e vivas, que são usados como peças decorativas para paredes ou transformados em abajures, utensílios domésticos, como imãs de geladeira, porta guardanapos e apoio para copos; os famosos trabalhos em garrafas de vidro com as areias coloridas são encontrados em todas as lojas e barracas na cidade, além de painéis com amostras de nós de marinheiro, um trabalho típico de áreas litorâneas.

Clique nos círculos azuis para ver a legenda
 
Clique nas fotos para ampliá-las
 
 
 


Expedição: O Descobrimento do Brasil

Nota
A Pick-upau é uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter sócio-ambiental. Não indicamos nem prestamos nenhum serviço de turismo. O Portal Pick-upau é especializado em educação e jornalismo ambiental, apenas divulgamos cultura regional, esportes de aventura e ecoturismo como forma sustentável de desenvolvimento local.


 
PRESERVE O PATRIMÔNIO NATURAL DO BRASIL!


Copyright 2001 - Pick-upau