Água e Meio Ambiente
Rio São Francisco
 
 

Perigos que Navegam
Mundo decide como evitar desastres ambientais trazidos pelos navios.
Água transportada como lastro no porão das embarcações que viajam pelos oceanos carrega organismos capazes de gerar epidemias e desequilíbrio ecológico.
Agora, os países estudam novas medidas para controlar as contaminações e invasões decorrentes da água levada no porão dos navios como lastro. O Ministério do Meio Ambiente estima que, todos os dias, cerca de 7 mil espécies, desde pequenos invertebrados marinhos até bactérias como a da cólera, viajam pelo mundo de carona nessa água. Veja mais.

Água e Meio Ambiente
Água deve ser um dos temas centrais na Conferência Nacional do Meio Ambiente.
Brasil tem as maiores reservas de água doce do planeta, mas a distribuição é desigual.
O Brasil é detentor das maiores reservas de uma das riquezas minerais mais importantes do planeta no século XXI. Não estamos falando de ouro, petróleo ou urânio. Nada menos do que 12% da água doce de todo o mundo estão no País, concentrados principalmente na Bacia Amazônica. O Aqüífero Guarani, que se estende por 7 estados brasileiros, além de Paraguai, Uruguai e Argentina, numa área de 1,8 milhões de quilômetros quadrados, é a maior reserva subterrânea de água potável no planeta. Apesar do volume expressivo, nem todos os brasileiros têm acesso a esse bem natural. Veja mais.

Rio São Francisco (parte 1)
Necessidade de levar água ao semi-árido une parlamentares, divididos quanto a projeto.
A idéia de desviar parte das águas do rio São Francisco para regularizar o abastecimento de água potável, minimizar os efeitos da seca e favorecer a irrigação no Nordeste setentrional brasileiro está perto de se tornar realidade com o possível início das obras no fim de agosto. O plano é antigo e vem sendo discutido há mais de 15 anos no Congresso Nacional. Veja mais.

Rio São Francisco (parte 2)
Rio São Francisco detém 75% da água disponível no Nordeste, diz coordenador do projeto de integração.
O Rio São Francisco, descoberto há 502 anos, "detém cerca de 75% da água disponível no Nordeste e a região tem apenas 3% da água disponível do Brasil inteiro", disse Pedro Brito, coordenador geral do projeto de integração do rio às bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional. "O São Francisco é importante não só para os estados por onde passa, mas também para os estados que vão receber água por meio do projeto", acrescentou. Veja mais.

Rio São Francisco (parte 3)
Entenda o projeto de integração do Rio São Francisco.
O projeto de integração do São Francisco com as bacias hidrográficas do sertão nordestino prevê a transferência de águas para abastecer rios e açudes da região Nordeste que possuem pouca água durante os períodos de seca. As obras são consideradas prioritárias para o governo no setor de infra-estrutura, tanto que o Orçamento Geral da União para 2005 reservou R$ 1 bilhão para a execução da obra.
A obra terá dois canais, com 700 quilômetros de extensão, 25 metros de largura e 5 metros de profundidade, e um sistema de bombeamento da água que vai corrigir os desníveis existentes em todo o percurso. O projeto está em sua fase final de aprovação, restando apenas o relatório do Ibama para o início do processo de licitação das obras.

A Água e o Desperdício
Segundo a Agência Nacional de Águas, encarregada de organizar a discussão sobre o tema na Conferência em parceria com a Secretaria Nacional de Recursos Hídricos do MMA, a cobrança pelo uso da água foi o tema que mais recebeu emendas no capítulo de recursos hídricos do texto-base da Conferência Nacional de Meio Ambiente. Ouça mais.

 

Fonte: Agência Brasil (www.radiobras.gov.br)
Ministério do Meio Ambiente (www.mma.gov.br)
Governo do Brasil (www.brasil.gov.br)
Ministério da Integração nacional (www.integracao.gov.br)
Pick-upau 2006 São Paulo Brasil