ONG
 
 
 

V EcoSP
Parque Anhembi - Auditório Elis Regina
Novembro de 2011
Veja a matéria completa


Reprodução
Federação Nacional de Engenheiros
 

V EcoSP debate poluição atmosférica

Beatriz Arruda - 07 de novembro de 2011- Estratégias para reduzir gases do efeito estufa e o aquecimento global foram abordadas.

O quinto bloco de palestras do V EcoSP, realizado na tarde do último sábado (5), discutiu a neutralização de gases do efeito estufa, a recuperação de áreas degradadas e o mercado de crédito de carbono. A palestra foi ministrada por Heloisa Candia Hollnagel, da Agência Ambiental Pick-upau.

No início de sua apresentação, ela traçou um panorama histórico dos marcos regulatórios que demonstram a preocupação do ser humano com as mudanças do clima, entre eles o Protocolo de Kyoto (1997), o Rio + 10 (2002) e a implementação da Lei nº 12.187 (2009), que dispõe acerca da Política Nacional sobre Mudanças do Clima.

Conforme a especialista, essas iniciativas visam o desenvolvimento sustentável, isto é, satisfazer as necessidades presentes de produção e consumo sem comprometer a capacidade das gerações futuras e o equilíbrio ambiental do planeta. “É nesse contexto que surge o conceito de gestão ambiental, caracterizado por um conjunto de políticas, programas e práticas administrativas e operacionais que levam em conta a saúde e a segurança das pessoas e a proteção do meio ambiente”, citou.

Durante a palestra, Hollnagel explicou o que é um inventário de GEE (Gases do Efeito Estufa) – um diagnóstico de uma empresa, setor econômico, cidade, estado ou país para se determinar fontes que geram esses gases nas atividades produtivas e a quantidade lançada na atmosfera. Esse relatório segue padrão internacional e para realizá-lo é necessário definir os limites organizacionais do inventário e os operacionais, selecionar metodologia de cálculo e fatores de emissão, coletar dados das atividades que resultam na emissão de GEE, calcular as emissões e por fim elaborar o relatório.

Conforme a palestrante, com os resultados do inventário de GEE, é possível contribuir para a diminuição dos gases na atmosfera, captar recursos ou novos investimentos (economia verde), planejar processos que garantam a eficiência econômica, energética ou operacional, reduzir custos e gerar oportunidades de novos negócios no mercado de créditos de carbono através das RVE (Reduções Verificadas de Emissões), REDD (Reduções das Emissões de Desmatamento e Degradação) e Incremento de Estoque de Carbono Florestal. A comercialização desses créditos no Brasil é definida pela norma ABNT–NBR 15.948, que especifica princípios, requisitos e orienta a atividade no mercado voluntário de carbono.

Sobre a recuperação de áreas degradadas, Hollnagel citou alguns exemplos de degradação, tais como desmatamento, incêndios, queima de combustíveis fósseis e aterros sanitários. “O conceito de recuperação está associado à ideia de que o local alterado deverá ter qualidades próximas às anteriores, devolvendo o equilíbrio dos processos ambientais”, explicou.

Entre as estratégias de recuperação, sucessão ecológica – recuperação natural, reflorestamento, indução do banco de sementes/plântulas e enriquecimento vegetal. “Os projetos de reflorestamento devem conter estudo dos remanescentes florestais dos locais a serem recuperados, levantamento das condições ambientais e possíveis formas de degradação, análise do solo e escolha do modelo de recuperação, de acordo, é claro, com os objetivos e características locais”, explicou.

 
 
 
 

 

Clipping Ambiental  
 
 
 
 
     
SEJA UM PATROCINADOR
CORPORATIVO
A Agência Ambiental Pick-upau busca parcerias corporativas para ampliar sua rede de atuação e intensificar suas propostas de desenvolvimento sustentável e atividades que promovam a conservação e a preservação dos recursos naturais do planeta.

 
 
 
 
Doe Agora
Destaques
Biblioteca
     
Doar para a Agência Ambiental Pick-upau é uma forma de somar esforços para viabilizar esses projetos de conservação da natureza. A Agência Ambiental Pick-upau é uma organização sem fins lucrativos, que depende de contribuições de pessoas físicas e jurídicas.
Conheça um pouco mais sobre a história da Agência Ambiental Pick-upau por meio da cronologia de matérias e artigos.
O Projeto Outono tem como objetivo promover a educação, a manutenção e a preservação ambiental através da leitura e do conhecimento. Conheça a Bibloteca da Agência Ambiental Pick-upau e saiba como doar.
             
       
 
 
 
 
     
TORNE-SE UM VOLUNTÁRIO
DOE SEU TEMPO
Para doar algumas horas em prol da preservação da natureza, você não precisa, necessariamente, ser um especialista, basta ser solidário e desejar colaborar com a Agência Ambiental Pick-upau e suas atividades.

 
 
 
 
Compromissos
Fale Conosco
Pesquise
     
Conheça o Programa de Compliance da Agência Ambiental Pick-upau sobre políticas de combate a corrupção, igualdade de gênero, direito das mulheres e combate ao assédio moral e sexual no trabalho.
Entre em contato com a Agência Ambiental Pick-upau. Tire suas dúvidas e saiba como você pode apoiar nosso trabalho.
O Portal Pick-upau disponibiliza um banco de informações ambientais com mais de 35 mil páginas de conteúdo online gratuito.
             
       
 
 
 
 
 
Ajude a Organização na conservação ambiental.
     
CONHEÇA + EXPLORE +
SIGA-NOS
 

 

 
Projeto Aves
Missão e Valores Plastic no Thanks
O Que Fazemos Programa Atmosfera
Programa de Compliance Rede de Sementes e Mudas
Voluntariado Novas Florestas
Parcerias Pesquisa em Biodiversidade
Notícias Darwin Society Magazine
Doe Agora Revista Atmosfera
Negócios Sustentáveis Universo Ambiental
Publicações Notícias Socioambientais
Biblioteca C-3PO
CECFLORA R2-D2
Contato  
     
 
Todos os direitos reservados. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2022.