Patrocínio
 


 

Notícias+


Projeto Aves: Tico-tico
Um dos pássaros mais populares e conhecidos do Brasil

01/06/2018 – (Passerellidae) O pequeno topete, as estrias da cabeça e o colar ferrugíneo são característicos da espécie que mede 15 centímetros, geralmente menos pronunciados no sexo feminino. Rajado de marrom e preto por cima, com cabeça cinza e preta; asa com duas faixas branco-sujas; branco-sujo por baixo, com mancha preta e ferrugínea nos lados do peito; o macho possui a crista arrepiada. O jovem não possui as faixas na cabeça, a nódoa preta ao lado do pescoço e o colar ferrugíneo; possui manchas negras pequenas no peito; e é mais rajado, principalmente por baixo.

Habita paisagens abertas, campos de cultura, fazendas, jardins em cidades. Até 2.500 metros de altitude. Ocorre no México, América Central, América do Sul, até a Terra do Fogo. Regiões montanhosas como no Alto do Itatiaia, Rio de Janeiro. É uma das aves mais abundantes do Chile. No Brasil é encontrado em todas as regiões, exceto em áreas florestais da Amazônia. Está presente em áreas campestres e regiões serranas, como na Serra dos Carajás (Pará) e no Amapá. É ausente nas baixadas costeiras da Bahia e norte do Espírito Santo.

Pick-upau/Reprodução

Tico-tico (Zonotrichia capensis).



Em casais ou em grupos pequenos pelo chão, alimentam-se de sementes, artrópodes e frutos.


O tico-tico (Zonotrichia capensis) nidifica em touceiras de capim, às vezes em vasos com folhagem e entre mudas em viveiros florestais, como ocorre todos os anos no Viveiro Florestal Refazenda, no Centro de Estudos e Conservação da Flora – CECFLORA, da Pick-upau. Seu ninho tem formato de tigela e é tecido com raízes e fibras vegetais secas. Ocorre bastante variação no colorido dos ovos, esverdeados com coroa de salpicos avermelhados no polo obtuso.

O período de incubação dura em média de 12 a 13 dias. O casal alimenta os filhotes, que abandonam o ninho entre o nono e décimo dia. Continuam recebendo cuidados dos pais por mais alguns dias, tornando-se independentes após 20 e 30 dias de vida. Com 5-6 meses o macho adota o canto do adulto, tornando-se apto para a reprodução e para estabelecimento de território próprio.

É uma das espécies mais parasitadas pelo chupim (Molothrus bonariensis).

Sua vocalização consiste em um chamado, um canto, cujo fraseado e timbre variam segundo a população e região, e um canto noturno que é emitido uma única vez, e por apenas um indivíduo, ao anoitecer ou pouco tempo (em torno de uma hora) depois do anoitecer. Às vezes o indivíduo repete, após intervalo de 7 a 10 minutos. Dificilmente o canto noturno é emitido durante o dia, mas às vezes é emitido nos intervalos de cantos diurnos, constituindo provavelmente um tipo de treino. O canto noturno pode ser emitido também em situação de extremo susto, quando surge um gavião ou falcão, por exemplo. Ocorrem diferenças no canto noturno entre indivíduos, mas provavelmente não ocorrem por alterações geográficas, ao contrário do canto diurno.

Pick-upau/Viviane Rodrigues Reis/Reprodução

Tico-tico (Zonotrichia capensis).



Em comemoração ao centenário da aprovação da Lei do Tratado das Aves Migratórias (MBTA, na sigla em inglês), importantes instituições estrangeiras como National Audubon Society, National Geographic, BirdLife International e The Cornell Lab of Ornithology, oficializaram 2018 como o Ano da Ave. Aqui no Brasil, a Agência Ambiental Pick-upau também realizará uma série de ações para a promoção do Projeto Aves, patrocinado pela Petrobras, incluindo matérias especiais sobre as aves nas mais diversas áreas.

O Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna.

O Projeto Aves: Mata Atlântica é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Da Redação
Fotos: Pick-upau/Reprodução

 
 
 
 
Copyright 2018 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
 

 

 
Patrocínio
 
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental