Notícias+


Que bicho é esse: capivara
Maior espécie da ordem dos roedores

03/01/2019 – Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766). As capivaras pertencem à Ordem Rodentia e a Família Caviidae. Apresentam ampla distribuição, ocorrendo na Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Bolívia e Brasil.

Medem entre 100 e 130 centímetros e 50 centímetros de altura. Podem pesar entre 30 e 80 quilos, geralmente as fêmeas são um pouco maiores que os machos.

Reprodução/Pick-upau

Capivara, Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766).

 

Comum em muitos locais, suas populações são pequenas em florestas tropicais e são raras em áreas povoadas da Amazônia. Sua ocorrência está sempre associada a ambientes abertos próximos à água como estuários, brejos, e ao longo de rios, riachos e córregos.

A qualidade do habitat apresenta influência no tamanho da área de vida da população, variando de 10 hectares em áreas ricas em recursos até mais de 200 hectares em ambientes com poucos recursos. No pantanal brasileiro podem ocorrer 15 indivíduos em um hectare.

É abundante em algumas áreas da Bolívia, no entanto, vem declinando em alguns locais do centro de sua distribuição com grupos que variam de um a sete indivíduos.

Reprodução/Pick-upau/Viviane Rodrigues Reis

Capivara, Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766).

 

Podem ser encontradas solitárias ou em grupos, dependendo do habitat e da pressão por caça.
São diurnas ou noturnas conforme a estação e a pressão por caça. Vivem em grandes grupos familiares, com até 30 indivíduos e apenas um macho reprodutor dominante.

O sistema de acasalamento é de poliginia de defesa de recursos, onde o macho defende o território com recursos para atrair as fêmeas, no caso das capivaras estes territórios estão sempre associados aos corpos d’ água.

A gestação ocorre ao longo de todo o ano na Venezuela e no pantanal brasileiro, geralmente com um único ciclo de reprodução. Fevereiro é o mês que ocorrem mais nascimentos no pantanal brasileiro. A gestação pode durar até 120 dias, nascendo em média, três filhotes pesando cerca de 1 a 1.5 quilos e já com dentes. Em quatro meses e meio já podem pesar 40 quilos.

Reprodução/Maxpixel

Capivara, Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766).

 

As capivaras podem viver de seis a doze anos.
Alimentam-se de ervas e gramíneas, arbustiva e aquática. Cinco espécies diferentes de grama perfazem aproximadamente 80% de sua dieta, podendo consumir em um único dia 2,7 quilos de grama fresca.

A principal ameaça é a caça para carne e couro, eliminando suas populações em alguns locais. Entre 1976 e 1979 aproximadamente 80.000 peles foram exportadas para Argentina, onde o mercado por esses produtos é grande. No Peru e na Bolívia as capivaras são caçadas e utilizadas como iscas. Não estão ameaçadas de extinção, pois apresentam ampla distribuição e possuem ocorrência em áreas protegidas.

Reprodução/Maxpixel

Capivara, Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766).

 

Da Redação/Viviane Rodrigues Reis
Fotos: Pick-upau/Reprodução/Viviane Rodrigues Reis/Maxpixel

Fonte: Revista Galileu. Tudo o que você precisa saber sobre capivaras. https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2016/10/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-capivaras.html.

Reid, F. 2016. Hydrochoerus hydrochaeris. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T10300A22190005. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-2.RLTS.T10300A22190005.en

 
 
 
 
Copyright 2019 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental