Patrocínio
 


 

Notícias+


Ciência explica porque os ovos das aves têm cores diferentes
Azul, marrom, branco, pintado, o colorido dos ovos das aves

05/11/2019 – Durante muito tempo o colorido e a diversidade de tons dos ovos das aves intrigavam cientistas e muitas teorias foram formuladas.

Entre as muitas suposições, a camuflagem era uma das mais aceitas, em função de proteger os ovos de predadores, também se cogitou os efeitos da radiação ultravioleta, até o reconhecimento dos ovos pelos pais.

Reprodução/Maxpixel

 



Mas agora, pesquisadores americanos e australianos afirmam terem descoberto o motivo real, uma espécie de termorregulação. "Descobrimos que os ovos tendem a ser mais escuros em locais com clima mais frio, e mais claros, ou com cores mais variadas, em áreas mais quentes, próximas à linha do Equador", disse à BBC News Mundo Daniel Hanley, professor de Ecologia e Evolução na Universidade de Long Island, em Nova York.

Durante o estudo, seis pesquisadores analisaram as tonalidades de ovos de 634 espécies, de várias regiões do planeta. Com base nas informações coletadas, os cientistas montaram um mapa de distribuição, considerando regiões frias e quentes. Verificaram que ovos mais escuros são mais comuns em áreas mais frias. Conforme as regiões ficam mais distantes dos polos e se aproximam de áreas mais tropicais, os ovos apresentam cores mais claras.


Reprodução/Maxpixel

 



De acordo com o estudo publicado na Nature Ecology and Evolution, a diversidade dos ovos pode ser explicada pela termorregulação. Para os pesquisadores a sobrevivência do embrião no ovo depende da manutenção da temperatura, ou seja, não deve haver variações.

Deste modo, os ovos com cores mais escuras tendem a esquentar mais rápido, mantendo calor por períodos mais longos e contínuos, uma característica de sobrevivência fundamental para ambientes mais frios.

Para Hanley a incidência de ovos com cores mais escuras em regiões próximas aos polos desfaz a teoria de que a radiação ultravioleta possa ser um fator determinante na cor dos ovos das aves. Segundo o pesquisador, ovos mais escuros são mais eficientes, para digamos filtrar os raios UV, entretanto, os ovos com tons mais claros são vistos em regiões próximas do Equador, onde a radiação é maior.


Reprodução/Maxpixel

 



Em regiões mais quentes é comum os ovos terem cores mais claras e mais variadas, com tons de verde ao azul. Descartando a manutenção da temperatura dos ovos nessas áreas, pode-se considerar, segundo os pesquisadores, a predominância de outros fatores como os predadores.

"O aumento na diversidade de espécies e climas quentes andam lado a lado e, nesse contexto, entra em cena também o tema da predação, mais animais em busca de alimento para sobreviver", afirma à BBC, Indira Rojas, pesquisadora da Escola de Veterinária da Ross University e coautora do estudo.

"Ainda assim, é importante entender que a coloração da casca dos ovos não é influenciada por apenas um fator, mas por uma combinação de diferentes elementos", conclui.


Reprodução/Maxpixel

 



Os resultados da pesquisa alertam sobre as consequências das mudanças climáticas no planeta e a adaptação das espécies a esse fenômeno, segundo Hanley. "As mudanças climáticas ameaçam toda forma de vida, e devido ao aumento contínuo da temperatura, as aves do Ártico enfrentam grandes desafios", pondera. "Aves que no passado foram beneficiadas por terem ovos escuros poderiam enfrentar grande pressão para se adaptar."

"O estudo nos mostra que características climáticas e físicas (abióticas) têm um papel fundamental na evolução da cor dos ovos em todas as espécies", comenta Mark Hauber, professor do Departamento de Evolução, Ecologia e Comportamento da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign.

Reprodução/Nature/Daniel Hanley et al

Mapa de distribuição das cores de ovos elaborado com base nos dados de 634 espécies em todas as regiões.



Projeto Aves realiza diversas atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância da conservação das comunidades de avifauna. O Projeto Aves é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, desde 2015.

Da Redação, com informações da BBC (Alejandra Martins)
Fotos: Reprodução/Maxpixel/Nature/Daniel Hanley et al

 
 
 
 
Copyright 2019 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
 

 

 
Patrocínio
 
 
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental