Patrocínio
 


 

Carrefour derruba anúncio a pedido da Pick-upau
Empresa baniu de sua plataforma equipamento que prejudicava avifauna

06/07/2021 – Depois do Magalu (Magazine Luiza), Carrefour atende pedido da Agência Ambiental Pick-upau para excluir de sua plataforma digital equipamento que colocava em risco a biodiversidade e a própria saúde humana. A rede de supermercados francesa excluiu o produto poucos dias depois da Organização encaminhar a solicitação.

Entre os inúmeros argumentos enviados ao Carrefour, a eco localização foi um dos temas abordados. O aparelho era indicado, segundo o fabricante, também para espantar morcegos. “Ecolocação é o sistema de sonar próprio da natureza e acontece quando um animal emite uma onda sonora que então é rebatida por um objeto, gerando um eco transmitindo informações sobre a distância e o tamanho desse objeto. Mais de mil espécies utilizam este sistema, incluindo a maior parte dos morcegos, todos os odontocetos e pequenos mamíferos. Diversos métodos de ecolocalização são utilizados pelos animais, desde a vibração da garganta até o bater das asas. (National Geographic, 2010)”, explica Viviane Reis, bióloga-chefe da Agência Ambiental Pick-upau.


Reprodução/Maxpixel

 



Histórico
Há dois meses uma ativista da Agência Ambiental Pick-upau, ao realizar pesquisas de mercado de insumos para a organização se deparou com o equipamento intitulado “Espanta Pássaro Guardian 2 Eco À Gás Portátil Com Pedestal Fixo”. Uma espécie de bazuca que deveria ser conectado em um botijão de gás GLP, e que prometia, segundo sua descrição, espantar aves, roedores, morcegos e qualquer outro animal que pudesse ser considerado uma ameaça para sua produção.

Tudo parecia um erro naquele anúncio. Uma imagem agressiva, que nada combinava com a plataforma; o uso de gás GLP, por certo um risco imenso à vida, até o próprio anunciante alerta para uso longe de crianças; a ausência completa de estudos ou justificativas científicas que aquele equipamento não causaria danos à saúde humana ou a biodiversidade. Até o escárnio de chamar o produto de ‘eco’, querendo atribuir ao equipamento um teor ecológico que jamais teria.


Reprodução/Maxpixel

 



O Carrefour não informou quantos aparelhos foram vendidos por sua plataforma desde quando o anúncio estava ativo, o que inviabiliza um possível cálculo sobre os danos causados à biodiversidade.

A rede de supermercados garantiu que o equipamento não voltará a aparecer em seu site e a Agência Ambiental Pick-upau agradeceu a atitude responsável do Carrefour no episódio. Quando a Organização iniciou a campanha para o banimento do equipamento havia dez empresas anunciando o produto, incluindo as maiores varejistas do país.


Reprodução/Maxpixel

 



Criado em 2015, dentro do setor de pesquisa da Agência Ambiental Pick-upau, a Plataforma Darwin, o Projeto Aves realiza atividades voltadas ao estudo e conservação desses animais. Pesquisas científicas como levantamentos quantitativos e qualitativos, pesquisas sobre frugivoria e dispersão de sementes, polinização de flores, são publicadas na Darwin Society Magazine; produção e plantio de espécies vegetais, além de atividades socioambientais com crianças, jovens e adultos, sobre a importância em atuar na conservação das aves.

Da Redação
Fotos: Reprodução/Maxpixel/Reprodução

 
 
 
 
Copyright 2021 - Pick-upau - Todos os direitos reservados - São Paulo - Brasil
 
     
   

 

     
Patrocínio    
     
     
     
 

Nas Redes

Quem Somos
  Pesquisa Científica
Reflorestamento e Produção Florestal
corporativo@pick-upau.org.br Mitigação de Mudanças Climáticas
55 11 3571-3480 CECFLORA - Centro de Estudos e Conservação da Flora
São Paulo - SP Negócios Sustentáveis
  Publicações
  Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental