Água Viva
(Mutirão Azul Água na medida certa)

Mutirão Azul no Parque Ecológico do Guarapiranga celebra o Dia Mundial da Água (21 de março) e o Dia da Floresta (22 de março) com mais dez atividades simultâneas. Escolas públicas da região, grupos da terceira idade e público em geral assistem a peça teatral, passeiam de escuna pela represa do Guarapiranga, participam de oficinas e palestras e plantam mudas de espécies nativas da mata atlântica.

Pick-upau/Wilson Mahana

Público recebe mudas depois de visita ao viveiro do parque.
Alunos de escolas públicas da região recebem informações sobre educação ambiental.

Tema:
Dia Mundial da Água: preservação e uso consciente dos recursos hídricos

Atividades...
- Estação Ciência
- Informação e Educação Ambiental: Distribuição de folders e catálogos educativos sobre reciclagem, recursos hídricos, unidades de conservação e meio ambiente.
- Cyberação do Pick-upau
- Palestra sobre eficiência e segurança energética
- Jogos ambientais
- Peça de teatro
- Educação ambiental com a Polícia Ambiental
- Passeio de escuna pela represa
- Exposição do Lixo
- Exposição da Represa do Guarapiranga
- Trilha da Vida
- Espaço Saúde
- Oficina de reciclagem
- Distribuição de mudas
- Plantio de mudas

- Exibição de vídeos sobre recursos hídricos

Pick-upau/Wilson Mahana
Oficina de reciclagem estimula coleta seletiva entre as crianças.

Peça de teatro sobre meio ambiente diverte a platéia de alunos de escolas públicas.

Infra-estrutura do Parque Ecológico do Guarapiranga:
Viveiro de mudas
Auditório
Salão de exposições
Salão temático
Brinquedoteca

Área esportiva
Acesso de deficientes
Acessa São Paulo
Trilhas ecológicas
Biblioteca
Heliponto
Auditório de vídeo
Oficina de reciclagem
Portaria turística
Trilhas

Serviço:
End.: Estrada da Riviera, 3.286 - Guarapiranga - São Paulo - SP
Fones: (0xx11) 5517-6707
Horário de funcionamento: das 6:00 às 17:00 horas
Entrada: Franca
Estacionamento: Gratuito

Sobre o Parque Ecológico do Guarapiranga
O Parque Ecológico do Guarapiranga, administrado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, foi criado pelo Decreto Estadual 30.442, de setembro de 1989, com o objetivo de proteger os mananciais, preservar a fauna e a flora existentes e promover atividades de educação ambiental para a população. Localizado às margens da represa do Guarapiranga, foi construído com recursos do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Guarapiranga, para garantir a qualidade da água do reservatório.

Inaugurado em 3 de abril de 1999, com cerca de 260 hectares de extensão, ou quase quatro vezes a área do Parque do Ibirapuera, o parque reserva 16 hectares para o uso público para o lazer dos moradores da região Sul da Grande São Paulo. Localizado na Estrada da Riviera, na margem esquerda do reservatório, engloba 60 hectares da várzea do Rio Embu-Mirim e parte da várzea do Córrego Piraporinha.

Pick-upau/Wilson Mahana
Passeio de escuna foi uma das atrações do Mutirão Azul no Parque Ecológico do Guarapiranga.

Plantio de mudas de espécies nativas da mata atlântica encerra evento no parque.

No total, ocupa 7% dos 28 quilômetros no entorno da Represa do Guarapiranga. Desta forma, o parque constitui um escudo de proteção contra as invasões e ocupações irregulares nas margens do reservatório construído entre 1906 e 1908 para regularizar a vazão do Rio Tietê. Hoje a represa é responsável pelo abastecimento de cerca de 3 milhões de pessoas que vivem na região Sul da Capital e no município de Taboão da Serra.

Infra-estrutura

O pórtico de entrada, que controla o acesso geral do parque, forma com o Centro Informativo e Cultural, o mais importante eixo da composição arquitetônica da unidade. Ali está concentrada a infra-estrutura para exposições, refeitórios, biblioteca e auditório. O Conjunto da administração, por sua vez abriga uma unidade da Polícia Ambiental e atividades de educação ambiental.

Além de atrativos como o Infocentro, a Brinquedoteca, o Museu do Lixo e dos programas de educação ambiental, o parque dispõe de várias trilhas ecológicas que percorrem longos trechos de vegetação de Mata Atlântica. No espaço denominado "Módulo Coleção de Plantas", juntamente com o lago, está o espaço para exposições eventuais e o viveiro de mudas.

O Parque conta, ainda, com um grande espaço reservado para a prática de esportes e recreação, com duas quadras de vôlei na areia, dois campos de futebol, uma quadra de futebol de salão e outra poliesportiva, além de playground e equipamentos infantis.

A circulação pelo parque é feita por passarelas de madeira, erguidas em palafitas, integrando a construção à vegetação e interferindo de forma suave na paisagem, sem prejudicar as raízes das plantas e a drenagem natural do solo. Uma extensa reserva biológica protegida, com 184 hectares, está aberta à visitação pública, através de trilhas ecológicas monitoradas.

Atualmente as áreas mais reservadas são reduzidas e localizam-se no interior do parque, no morro do Jacu. As trilhas existentes nesta área são utilizadas para atividades monitoradas de educação ambiental e algumas oferecem especial interesse de exploração, seja pela diversidade paisagística, seja pela oportunidade de observação e estudos de espécies remanescentes da vegetação regional.

Texto (sobre o parque): SMA-SP
Fotos: Pedro Calado/José Jorge Neto/SMA-SP

Sobre o Pick-upau
O Pick-upau é uma organização não-governamental, de caráter sócio-ambientalista, sem fins lucrativos, dedicada a preservação e a manutenção da biodiversidade do planeta. Fundada em 1999, a instituição vem através de seus projetos, divulgando e promovendo a conscientização, a educação e a informação ambiental em todos os segmentos. Saiba mais: www.pick-upau.org.br

 
 
Realização
 
Apoio

 

MUTIRÃO AZUL - ÁGUA VIVA
PARQUE ECOLÓGICO DO GUARAPIRANGA


Pick-upau 2008 São Paulo Brasil
Fazendo você entender o Meio Ambiente por inteiro.